Topo

Conversão e Superação

Conheça a história do casal que se agarrou à última oportunidade que  Deus os deu de mudarem suas vidas...

Era a manhã do dia 28 de junho de 1977. Uma forte neblina cobria o céu na cidade de Santos. Como de costume, a Kombi veio buscar Antônio Carlos e vários outros funcionários para mais um dia de trabalho na COSIPA, empresa localizada em Cubatão, cidade próxima a Santos. Geralmente, todos dormiam durante o trajeto, mas neste dia, Antônio, preocupado com a falta de visibilidade estava acordado e atento ao percurso. Ao entrarem na Via Anchieta, praticamente não havia visibilidade, mas o motorista não conseguia se dirigir para o acostamento por causa do grande número de ônibus que trafegava em alta velocidade. De repente, Antônio Carlos viu uma luz que pouco a pouco ia se aproximando e ao se dar conta do que estava acontecendo gritou: “Vamos bater” e firmou os pés e as mãos no banco do veículo. Mas era tarde demais. A Kombi bateu em um ônibus parado à frente deles e imediatamente o veículo que vinha atrás, outro ônibus, também bateu violentamente na perua, esmagando-a e fazendo com que a mesma pegasse fogo. Foi o maior engavetamento da história da região. Quase 300 veículos envolvidos. Antônio Carlos foi um dos três sobreviventes das 11 pessoas que estavam no veículo, mas ficou preso nas ferragens e sentia seu corpo sento totalmente queimado pelo fogo e a única coisa que o rapaz conseguia fazer era gritar: “Estou vivo, estou vivo aqui dentro”.

Varias pessoas surgiram para ajudar e conseguiram tirá-lo das ferragens. À medida que o puxavam, ele sentia sua carne se soltando nas mãos dos que o ajudavam e assim que o retiraram dos destroços, o lançaram isto mesmo, o lançaram dentro de uma ambulância. A primeira reação foi pedir ao médico que o acompanhava que aplicasse nele uma anestesia, mas devido ao grande número de feridos envolvidos no acidente, o veículo estava sem o mínimo de estrutura de atendimento e o jovem foi até o hospital sem ser medicado, sentindo dores terríveis e vendo sua carne soltar-se nas mãos dos médicos. Chegando ao hospital, foi direto para o centro cirúrgico. Fizeram a limpeza da carne queimada e mesmo com duas anestesias, a dor era enorme. Seus pais e sua esposa grávida só o reconheceram por causa de uma correntinha que ele estava usando e a previsão dos médicos eram as piores possíveis. Mas o Senhor tinha um plano para a vida de Antônio Carlos e os planos de Deus não podem ser frustrados.

O rapaz precisou ser submetido a 21 cirurgias, sendo uma delas de amputação do braço direito. E o jovem, que era tão popular e cheio de amigo, durante o longo período entre uma cirurgia e outra, além da dor, sentiu também o abandono dos amigos. O desespero era enorme. Ele queria viver, mas estava morrendo. Os únicos que estavam sempre lá eram seus pais e esposa, e ele só podia vê-los pelo enorme vidro da porta da ala de queimados da Santa Casa de Santos. Antônio passava todo o tempo enfaixado, com apenas dois dedos descobertos. Até seu olho era coberto, pois os médicos acreditavam que ele ficaria cego, mas os planos de Deus eram outros. Durante todo esse tempo, o rapaz não chorou nem uma vez. Não conseguia. Gritava, urrava de dor, mas nem uma lágrima escorria de seus olhos. Até que um dia, ele viu uma mulher com uma bíblia entrar pela porta de vidro e se aproximar de outro paciente que estava no mesmo lugar. Antônio Carlos tentou desesperadamente chamar a atenção dela para que se aproximasse. Ele não conhecia Deus, mas sabia que a bíblia era a palavra Dele e queria que aquela mulher fizesse uma oração por ele. De repente, ela se virou e se aproximou dele. Olhou-o no fundo dos olhos e começou vez ele chorou. A mulher pegou a bíblia e leu o salmo 23 para ele e ao final. Neste momento, o jovem gritou e chorou. Era como se uma espada atravessasse seu corpo. Ela perguntou se ele gostaria de aceitar Jesus como seu Senhor e Salvador e ele disse que sim. O rapaz não conseguia parar de chorar e enquanto a senhora orava, ele chorava desesperadamente. Ela terminou a oração e partiu, e o agir de Deus aconteceu de forma sobrenatural na vida dele. Pouco a pouco e mesmo contra todos os prognósticos, Antônio Carlos melhorava a cada dia até que chegou o dia em que pode ser liberado e voltar para casa. Foi um verdadeiro milagre. Antônio Carlos e sua esposa foram morar na casa dos pais dele, pois ele ainda estava em recuperação e seria mais fácil ficar lá, já que esperavam o primeiro filho do casal. Mas com a cura, veio também o esquecimento. O jovem pouco a pouco foi esquecendo-se de Jesus. Esquecendo-se do milagre que Deus havia feito em sua vida e retomando os velhos hábitos. Durante sua hospitalização, seu irmão havia se convertido, levado à igreja pela mesma mulher que orou com Antônio Carlos e este, acabou levando a mãe deles para os caminhos do Senhor também. Assim, o jovem sempre ouvia falar de Jesus, mas ainda assim, não se envolvia, não abria seu coração. 

Helena, a esposa do rapaz, não queria nem ouvir falar de crente, de Jesus e de qualquer coisa relacionada à igreja, assim, para evitar maiores problemas, o casal resolveu voltar para o apartamento que moravam e a vida continuou. Até que certo dia, Antônio Carlos teve um pesadelo que mudou sua vida. Ele sonhou que havia morrido, e muitas outras pessoas também. Estavam todos em duas filas, a caminho do céu e do inferno. Para seu espanto, Antônio viu-se na fila do inferno e ao perguntar se mudaria de lado, ouviu que agora era tarde demais. A porta do inferno se abria e uma mulher de aparência horrível apareceu dizendo que o esperava. Ele ficou desesperado e se escondeu, até que surgiu outra mulher, de aparência muito bonita, dizendo que ele teria uma última oportunidade. Ele acordou desesperado e as palavras “sua última oportunidade” não saíam de sua cabeça. Os dias se passaram e ele não conseguia parar de pensar nisso, até que em um domingo à noite, Antônio disse à sua esposa que iria à igreja dos crentes. Helena, que estava com a filha recém-nascida, não aprovou, mas disse que iria com ele. Então foram ao culto da Igreja Evangélica Assembleia de Deus no bairro de Campo Grande em Santos – SP. Ao chegarem lá, foram muito bem recebidos. Antônio prestava atenção em todos os detalhes, estava sedento e não conseguia desviar sua atenção da pregação. Helena por sua vez, estava inquieta, a bebezinha chorava bastante, pois tinha apenas 19 dias de vida e a moça ficou cada vez mais impaciente, até que chamou o marido para irem embora ao meio do culto. Mas Antônio Carlos não podia ir então simplesmente respondeu: “se você quiser pode ir, eu vou ficar aqui”. E ela foi. Antônio assistiu ao culto até o final, mas na hora do apelo não aceitou a Jesus. Quando chegou em casa, sua esposa estava na sala, com as luzes apagadas e apenas perguntou: “Você aceitou Jesus?” e ele respondeu negativamente. Então, ela o ameaçou dizendo que se ele virasse crente ela o abandonaria. Mas Antônio não podia resistir. Era mais forte do que ele. Assim, ele continuou frequentando a igreja, mas não aceitava a Jesus. Helena estava cada vez mais desgostosa com o que estava acontecendo e a situação do casal não era das melhores, mas o Senhor já havia preparado tudo. Então, em um domingo, o rapaz informou à esposa que ia ao culto e ela mais uma vez o ameaçou, mas vendo que ele não mudaria de ideia, decidiu ir com ele. Ao chegarem à igreja, acomodaram-se e começaram a ouvir a pregação. Um diácono começou a falar e aquelas palavras “sua última oportunidade”, queimavam no coração de Antônio. Ele não conseguiu conter as lágrimas. Helena, ao ver o choro não conseguiu esconder sua indignação. Perguntaram a ela se gostaria de aceitar Jesus e ela, batendo no peito, disse que já tinha Jesus no coração. Mas nesse momento, começou a acontecer algo dentro do coração de Antônio. Perguntaram a ele se gostaria de aceitar Jesus e ele mais uma vez balançou a cabeça negativamente, então, algo começou a acontecer também no altar. O pastor se levantou e apontando para ele disse: “É sua última oportunidade, não a perca”. E Antônio não resistiu. Deu um grito, levantou-se e correu para o altar, caindo de joelhos. De repente, o rapaz ouviu outro grito e quando olhou para o lado, sua esposa estava lá, do seu lado, de joelhos, se humilhando e entregando sua vida a Jesus. Ali, os dois ajoelhados, juntos, entregaram sua vida a Jesus e Ele transformou a vida daquele casal.

Hoje, Antônio Carlos e Helena são pastores no Ministério Evangélico Assembleia de Deus Vida Nova na cidade de Santos, São Paulo e fazem a obra de Deus com amor e dedicação, como somente aqueles que tiveram a vida transformada pelo poder do Pai podem fazer.


Leia mais:

  • Recentes
  • Populares

CASAMENTO VITALÍCIO, ...

Graça e paz queridos irmãos,É ...

NEGAÇÃO E RAIVA - FASES ...

Todas as pessoas que enfrentam ...

PERGUNTAS FREQUENTES ...

Meu marido pediu o divórcio, o ...

O PODER DA ORAÇÃO

Todo cristão sabe o poder que a ...

DEUS CRIOU O SEXO SEGURO ...

1 Coríntios 6: 18 - Fujam da ...

HIPERTENSÃO OU ...

Que maravilha nós mulheres! É ...

TESTEMUNHO DE VIDA EM ...

Um acidente, uma morte... Tragédia ...

MINUTO COM DEUS

O desejo de levar a palavra de ...

DEUS DO IMPOSSÍVEL

Ingrid Vilela, após 4 enfermidades ...

O PODER DA ORAÇÃO

Todo cristão sabe o poder que a ...

MILAGRE AO SOM DE ...

Ela não podia ter filhos, mas ...

A IGREJA PERSEGUIDA

O desafio de pregar na região ...

Leia:
01/02   DEUS TRANSFORMA VIDAS SIM! - " Testemunhos mostram que basta abrir o coração e buscar o Senhor para a ..."
07/12   PASTOR TONINHO: QUATRO DÉCADAS DE VITÓRIAS - " “Ao Pastor Toninho a nossa homenagem por estas quatro décadas de serviço ao ..."
10/12   UMA GRANDE TRANSFORMAÇÃO - " Uma vida entregue verdadeiramente ao Senhor é uma vida transformada por ..."
10/12   MEIO SÉCULO DE AMOR - " “Agora pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior ..."
10/12   SUA ÚLTIMA OPORTUNIDADE - " Conheça a história do casal que se agarrou à última oportunidade que  Deus os ..."
10/12   AUTORIDADE QUE VEM DE DEUS - " "Cada qual seja submisso às autoridades constituídas, porque não há autoridade ..."
18/12   LIBERDADE PRA VIVER A PRÓPRIA VIDA - "  Ainda que os caminhos não possam ser entendidos muitas vezes durante a ..."
18/01   FÉ QUE SUPERA TUDO - " O preconceito muitas vezes pode estar camuflado pela falta de fé. Incredulidade ..."
10/12   RESGATADA DA PROSTITUIÇÃO - " Independente do tamanho do seu problema ou do lugar onde você se encontra hoje ..."
10/12   A MAIOR DE TODAS AS OFERTAS - " Ás vezes precisamos devolver a Deus o que no sé mais valioso, mas só assim ..."
05/02   DEUS TEM UM PLANO - " Ter fé é saber que a vontade do senhor existe, e mesmo sem saber qual e, ..."
10/12   UMA CHANCE ESPECIAL - " Da chacina da família à vida nova com Cristo. Uma trajetória difícil, mas com ..."
07/12   O GOLEIRO DE DEUS - " ..."
  • Prev
Na igreja ou em um campo de futebol, Deus usa os que dispõem a fazer sua obra...  Pensei em ...
Da chacina da família à vida nova com Cristo. Uma trajetória difícil, mas com um final feliz... ...
Ter fé é saber que a vontade do senhor existe, e mesmo sem saber qual e, acreditar nele e confia, ...
Ás vezes precisamos devolver a Deus o que no sé mais valioso, mas só assim podemos entender o ...
Independente do tamanho do seu problema ou do lugar onde você se encontra hoje Deus sempre está ...
O preconceito muitas vezes pode estar camuflado pela falta de fé. Incredulidade até mesmo nas ...
 Ainda que os caminhos não possam ser entendidos muitas vezes durante a caminhada, saiba que Deus ...
"Cada qual seja submisso às autoridades constituídas, porque não há autoridade que não venha de ...
Conheça a história do casal que se agarrou à última oportunidade que  Deus os deu de mudarem suas ...
“Agora pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior destes é o amor." 1 ...
Uma vida entregue verdadeiramente ao Senhor é uma vida transformada por completo... Ana Carolina ...
“Ao Pastor Toninho a nossa homenagem por estas quatro décadas de serviço ao Senhor. A Deus toda ...
Testemunhos mostram que basta abrir o coração e buscar o Senhor para a mudança acontecer e ...