Topo

"Cada qual seja submisso às autoridades constituídas, porque não há autoridade que não venha de Deus; as que existem foram instituídas por Deus". (Romanos 13:1)

A palavra de Deus é clara quando o assunto é autoridade. Ninguém chega a uma posição de autoridade, quer seja dentro de sua família, no trabalho, na sociedade, na igreja ou até mesmo no governo, se o Senhor dos exércitos não o colocar lá. Não poderia ser diferente com Rosiléia Santos, pastora da Igreja do Evangelho Quadrangular em Sete Lagoas – MG. Ela não nasceu em um lar cristão, mas desde muito nova, buscava algo, que nem ela mesma sabia o que era, e quando encontrou, deixou-se ser usada e transformada por esta força que é Jesus. Conheça um pouco da história de uma guerreira, à frente de um grande ministério, que foi escolhida por Deus para liderar e para fazer a Sua obra. 

1) PASTORA ROSILEIA, COMO FOI O INÍCIO DA SUA CAMINHADA COM DEUS? 

PRA. ROSILEIA – Eu não nasci num lar cristão. Até os meus 13 anos de idade, experimentei de tudo. Catolicismo, espiritismo, tudo. Quando minha família veio para Jesus, estávamos no espiritismo. Eu acompanhava minha mãe nas reuniões. O primeiro da minha família a vir para Jesus foi meu pai. Ele estava doente, com cólicas renais fortíssimas, e um dia, ao sair do trabalho, viu uma faixa de um culto sobre cura divina. Isto foi em 1976. Ele entrou na igreja aquele dia e nunca mais saiu. Até hoje ele serve a Jesus. Mas o caminho percorrido foi longo e difícil, pois minha mãe continuava no espiritismo. Assim, eu ficava dividida entre os dois. Nas quartas-feiras eu ia ao culto com meu pai e nas sextas-feiras ia ao centro espírita com minha mãe. Até que em uma das seções do centro, entendi onde era o lugar certo, onde era o lugar que Deus me queria. Nesta seção, alguém pedia ao pai de santo para fazer um trabalho para destruir uma determinada pessoa e ele dizia que não podia fazer nada porque o Homem de Branco não deixava. Fiquei intrigada com isso. Até que na semana seguinte, no culto com meu pai, o pastor disse que o Homem de Branco passaria por ali e curaria os que crescem. Neste momento, entendi que o que estava na igreja do meu pai, o Homem de Branco que depois conheci como Jesus, era maior que o que estava no centro espírita da minha mãe, então escolhi servir a Jesus. Mas minha decisão causou uma verdadeira guerra na minha família, pois o inimigo se levantou contra todos nós. Houve um momento de muita pobreza, eu perdi um irmão por obra de macumbaria, meu pai sofreu um acidente gravíssimo no trabalho... A situação saiu do controle. Meu pai ficou muito tempo sem trabalhar e me lembro de minha mãe vendendo os móveis para que pudéssemos ter o que comer, mas ainda assim minha mãe continuava no espiritismo. Mas Jesus e meu pai não desistiram dela. Meu pai orou e jejuou por sete anos pela libertação da minha mãe. Depois de sete anos, minha mãe e toda minha família aceitou Jesus, foi batizada e começaram a servir a Ele.

 

2) COMO COMEÇOU SEU ENVOLVIMENTO COM A OBRA DE DEUS?

PRA. ROSILEIA – Desde que me converti, servia na Igreja do Evangelho Quadrangular do bairro Barreiro de Baixo em Belo Horizonte, sob os cuidados do pastor Henrique Higídio Braga. Ele foi o meu pai na fé. Lá eu e minha família fomos instruídos e cuidados por ele. Ele me discipulou e depois de 11 anos na igreja, foi direcionado para começar uma obra da Igreja Quadrangular no bairro Barreiro de Cima, sendo substituído pelo pastor Luiz Alberto da Rocha Dávila, que me formou como líder. Com ele cresci muito. Atuei como sua secretária e ele até fez o meu casamento, há 29 anos. Ele ficou com a gente cinco anos e depois foi servir em Ipatinga – MG, sendo substituído pelo pastor Geraldo das Graças, que ao chegar, abriu uma congregação no bairro Atila de Paiva e convidou a mim e a meu marido para que assumíssemos como pastores na nova congregação. Assim começou meu envolvimento na obra, não mais apenas como serva, mas também como Pastora.

 

3) DAÍ EM DIANTE, COMO SE DESENVOLVEU SEU MINISTÉRIO?

PRA. ROSILEIA – Quando assumi a congregação do Átila de Paiva, eu e meu marido havíamos  acabado de fazer o ITQ – Instituto Teológico Quadrangular e fomos credenciados a Obreiros Credenciados, que é a primeira categoria do Ministério Quadrangular, que tem ainda as categorias de Aspirante ao Ministério e Ministro. Pastoreei a igreja por cinco anos. Quando chegamos, a igreja tinha 29 membros e ao sairmos, deixamos a igreja com 120 pessoas no rol de membros, com todos os departamentos funcionando perfeitamente e com o lote próprio comprado e pago. Foi quando fui transferida para a congregação do bairro Novo das Indústrias, também em Belo Horizonte. Congregação também com 120 membros, mas que ainda não possuía sede própria. Assim que assumi, pude perceber um crescimento espantoso. Era uma igreja “perfeita”, uma igreja de líderes, uma igreja que funcionava sozinha. Todos os departamentos funcionavam de forma impecável. Nesta congregação, fiquei por 11 anos e meio, até receber o convite para vir pastorear a Igreja Quadrangular de Sete Lagoas e ser superintendente desta região. Ao mesmo tempo em que assumia estas congregações, outro lado do meu ministério também crescia. Nesta época, o Pastor Henrique Braga, meu superintendente, me convidou para ser Coordenadora de Adolescentes da 6ª Região Eclesiástica da Igreja Quadrangular em Belo Horizonte. Fui uma das primeiras a assumir esta função, função esta que exerci por 17 anos, até ser indicada pelo Conselho Geral da Igreja para ser Coordenadora Estadual de Adolescentes, função que exerço há 15 anos.

 

4)  COMO FOI SUA CHEGADA À IGREJA DE SETE LAGOAS. COMO É O TRABALHO NA CIDADE?

PRA. ROSILEIA – Quando vim para Sete Lagoas em agosto de 2006, tínhamos uma frequência de 25 a 30 pessoas nos cultos de quarta-feira e de 60 a 70 pessoas nos cultos de domingo. Hoje nas quartas-feiras, temos uma frequenta de 500 pessoas. No domingo, estamos conseguindo uma frequência de 600 a 650 pessoas. Mas esse crescimento foi graças a muitos gemidos, orações e lágrimas.  Quando cheguei, sofri muito preconceito. Tanto dentro quanto fora da igreja. Os de fora tinham preconceito por ser uma mulher à frente do ministério, mas isso não me importava muito. Mas os daqui de dentro sim. Minha forma de liderar era diferente, então o período de adaptação não foi nada fácil. Houve muita desavença, até que todos entendessem que não era a minha igreja e sim a nossa igreja. Eu não sei e nunca soube trabalhar sozinha. Eu não consigo dar um passo pra frente sozinha. Eu planejo e falo o que precisa ser feito, mas não sei fazer nada sozinha. Eu lidero e eles executam. Somos uma equipe. Se a igreja só andar quando eu estou aqui, eu fraquejei, criei uma igreja pra mim. Mas se as coisas funcionam quando não estou presente, quer dizer, que deu certo, que é uma igreja do Senhor.

Agora nossa oração e para que o Senhor alargue nossa tenda. Este mês vamos começar a quebrar as paredes do templo porque nosso objetivo é chegar a 800 pessoas nos dias de cultos até o fim do ano. Cura divina, restauração, transformação de vidas, é um pouco do muito que podemos ver nos nossos cultos. O sacerdócio foi devolvido à igreja. Aqui, quem faz visitas são os irmãos. Eles é que atendem às pessoas, eles pregam, eles fazem a obra. Aqui o sacerdócio não está só altar e sim na igreja. Todos nós podemos fazer a obra. Não é só o pastor que pode todos nós podemos.

Mas é importante salientar que Deus teve muita misericórdia da minha vida, pois me deu líderes maravilhosos. Foram eles que me ensinaram tudo que eu sei. A obediência a eles me fez ser a mulher que sou hoje, a líder que sou hoje e minha grande inspiração é o pastor Mário de Oliveira, presidente da nossa igreja no Brasil. Quando chegamos a Sete Lagoas, havia aqui quatro igrejas e três congregações. Hoje somos 16 igrejas e nossa meta é fechar o ano com 18 obras.

 

5) ALÉM DE TUDO ISSO, A SENHORA É MÃE, ESPOSA, MULHER... SOBRA TEMPO PARA ESSA PARTE?

PRA ROSILEIA – Tem que sobrar tempo para tudo. Mas tenho muito que agradecer. Meu marido é um santo homem de Deus. Ele sempre me impulsiona. Às vezes quando acho que não vou dar conta, ele me impulsiona pra frente e me lembra de que eu sirvo a Deus e não a homens. Tenho uma família grande. Quatro filhos e tive que passar por tudo que qualquer mulher precisa passar. Gravidezes, resguardo, filhos pequenos, casa pra cuidar... Houve momentos nestes anos que pensei em desistir, mas eram nesses momentos que meu marido me lembrava de que quem tinha me chamado aqui havia sido Deus. “você só vai entrar na terra prometida se passar pelo deserto”, dizia ele. O que me deu força todo esse tempo, além de Deus, claro, foi a família maravilhosa que tenho. O apoio deles foi fundamental.

 

6) QUAIS OS PLANOS PARA O FUTURO?

PRA. ROSILEIA – No quesito Região, nosso plano é formar novos pastores para que possamos abrir outras congregações. Nosso plano imediato é com relação ao evento Labaredas de Fogo, seminário que vai acontecer em Sete Lagoas agora no mês de agosto. Queremos organizar o melhor evento que pudermos. Um evento que seja um marco no avivamento da cidade. E com relação à igreja, a meta é alargar as nossas tendas, quebrar mesmo nossas paredes para que possamos chegar a 800 pessoas por dia de culto até o fim do ano de 2015.

 

7) QUE MENSAGEM A SENHORA DEIXARIA PRINCIPALMENTE PARA AS MULHERES QUE BUSCAM EXERCER SEUS MINISTÉRIOS?

 

PRA. ROSILEIA – Nós mulheres nascemos para gerar frutos para Deus. Claro que nascemos para casar, para ter filhos, para ter uma profissão, mas principalmente para gerar frutos para Deus. E quando digo gerar frutos, quero dizer frutos vindos da pregação do evangelho. Tem mulheres que dizem que nasceram para dançar, para louvar, mas nascemos para pregar o evangelho. Quando o Senhor voltar ele não vai te pedir suas sapatilhas ou seu microfone, ele vai pedir seus frutos, então, precisamos ter claramente em nossa mente, a missão que nos foi confiada. Nossa certidão de nascimento está em Isaías 61.1 “ O espírito do Senhor DEUS está sobre mim; porque o SENHOR me ungiu, para pregar boas novas aos mansos...” . É tudo uma escolha. Tudo depende das escolhas que você fizer. Se você escolher obedecer, Deus vai te honrar. Dedique sua vida verdadeiramente a Ele e Ele vai te honrar. É isso...



Leia mais:

  • Recentes
  • Populares

CASAMENTO VITALÍCIO, ...

Graça e paz queridos irmãos,É ...

NEGAÇÃO E RAIVA - FASES ...

Todas as pessoas que enfrentam ...

PERGUNTAS FREQUENTES ...

Meu marido pediu o divórcio, o ...

O PODER DA ORAÇÃO

Todo cristão sabe o poder que a ...

DEUS CRIOU O SEXO SEGURO ...

1 Coríntios 6: 18 - Fujam da ...

HIPERTENSÃO OU ...

Que maravilha nós mulheres! É ...

TESTEMUNHO DE VIDA EM ...

Um acidente, uma morte... Tragédia ...

MINUTO COM DEUS

O desejo de levar a palavra de ...

DEUS DO IMPOSSÍVEL

Ingrid Vilela, após 4 enfermidades ...

O PODER DA ORAÇÃO

Todo cristão sabe o poder que a ...

MILAGRE AO SOM DE ...

Ela não podia ter filhos, mas ...

A IGREJA PERSEGUIDA

O desafio de pregar na região ...

Leia:
01/02   DEUS TRANSFORMA VIDAS SIM! - " Testemunhos mostram que basta abrir o coração e buscar o Senhor para a ..."
07/12   PASTOR TONINHO: QUATRO DÉCADAS DE VITÓRIAS - " “Ao Pastor Toninho a nossa homenagem por estas quatro décadas de serviço ao ..."
10/12   UMA GRANDE TRANSFORMAÇÃO - " Uma vida entregue verdadeiramente ao Senhor é uma vida transformada por ..."
10/12   MEIO SÉCULO DE AMOR - " “Agora pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior ..."
10/12   SUA ÚLTIMA OPORTUNIDADE - " Conheça a história do casal que se agarrou à última oportunidade que  Deus os ..."
10/12   AUTORIDADE QUE VEM DE DEUS - " "Cada qual seja submisso às autoridades constituídas, porque não há autoridade ..."
18/12   LIBERDADE PRA VIVER A PRÓPRIA VIDA - "  Ainda que os caminhos não possam ser entendidos muitas vezes durante a ..."
18/01   FÉ QUE SUPERA TUDO - " O preconceito muitas vezes pode estar camuflado pela falta de fé. Incredulidade ..."
10/12   RESGATADA DA PROSTITUIÇÃO - " Independente do tamanho do seu problema ou do lugar onde você se encontra hoje ..."
10/12   A MAIOR DE TODAS AS OFERTAS - " Ás vezes precisamos devolver a Deus o que no sé mais valioso, mas só assim ..."
05/02   DEUS TEM UM PLANO - " Ter fé é saber que a vontade do senhor existe, e mesmo sem saber qual e, ..."
10/12   UMA CHANCE ESPECIAL - " Da chacina da família à vida nova com Cristo. Uma trajetória difícil, mas com ..."
07/12   O GOLEIRO DE DEUS - " ..."
  • Prev
Na igreja ou em um campo de futebol, Deus usa os que dispõem a fazer sua obra...  Pensei em ...
Da chacina da família à vida nova com Cristo. Uma trajetória difícil, mas com um final feliz... ...
Ter fé é saber que a vontade do senhor existe, e mesmo sem saber qual e, acreditar nele e confia, ...
Ás vezes precisamos devolver a Deus o que no sé mais valioso, mas só assim podemos entender o ...
Independente do tamanho do seu problema ou do lugar onde você se encontra hoje Deus sempre está ...
O preconceito muitas vezes pode estar camuflado pela falta de fé. Incredulidade até mesmo nas ...
 Ainda que os caminhos não possam ser entendidos muitas vezes durante a caminhada, saiba que Deus ...
"Cada qual seja submisso às autoridades constituídas, porque não há autoridade que não venha de ...
Conheça a história do casal que se agarrou à última oportunidade que  Deus os deu de mudarem suas ...
“Agora pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior destes é o amor." 1 ...
Uma vida entregue verdadeiramente ao Senhor é uma vida transformada por completo... Ana Carolina ...
“Ao Pastor Toninho a nossa homenagem por estas quatro décadas de serviço ao Senhor. A Deus toda ...
Testemunhos mostram que basta abrir o coração e buscar o Senhor para a mudança acontecer e ...