Topo

Suas orações podem atingir e proteger as pessoas que você ama. A oração é a arma mais poderosa do Cristão. 
 



Esta é uma “Carta do Leitor”diferente. Escrita a muitas mãos... não só pelo Fabiano, que vivenciou tudo que será contado aqui, mas também por sua mãe Rogéria, que atendeu ao chamado de Deus para cuidar de sua família em oração, sem nem mesmo entender o que estava por vir.

Rogéria é evangélica, convertida há vários anos, serva fiel do Deus altíssimo. Passou a seus filhos e família, todo o conhecimento que possuía sobre o Pai e estes aceitaram Jesus em suas vidas, mas não a seguiam na igreja. Assim, Rogéria sempre soube da necessidade de cobri-los em oração, coisa que sempre fez. Certo dia, ela acordou com um sentimento diferente. Ela sabia que precisava orar, não sabia o motivo, mas sentia uma necessidade enorme de oração. Ela sabia que precisava ir ao monte todos os dias orar, e fez isso, mesmo muito antes de tudo que aconteceria. Rogéria orou 120 dias seguidos no monte antes do acidente. “Eu sentia que precisava orar, não sabia por que estava orando, mas ia todos os dias ao monte. Eu sentia que o Senhor me daria algo especial, uma unção diferente, mas nem imaginava que na verdade Ele já estava me revestindo e preparando para tudo que estava por vir”, conta Rogéria.

Era um dia como outro qualquer, uma terça-feira de carnaval, e Rogéria pediu ao filho Fabiano que a levasse à igreja. Ele a atendeu prontamente e ao chegarem ao templo, o jovem disse à mãe que iria aproveitar o último dia de carnaval com os amigos. Rogéria questionou se ele iria mesmo, já que havia ficado em casa todos os outros dias e ele disse que sim, mas que ela não precisava se preocupar que ele iria a casa, trocar o carro do pai pelo dele e que depois sairia com os amigos. Ela se despediu dizendo: “Vai com Deus meu filho, não vai viajar hein?”. 

Depois do culto, Rogéria já em casa, recebeu um telefonema de sua filha Juliana dizendo que seu irmão havia sofrido um acidente de carro na estrada de Cachoeira da Prata. Juliana foi a primeira da família a chegar ao local e viu que a situação era realmente muito grave. O condutor do carro que atingiu Fabiano havia morrido na hora, Fabiano, ao tentar evitar o acidente, acabou tendo seu lado do carro totalmente destruído e ficou preso às ferragens com ferimentos gravíssimos. Seus amigos que estavam com ele no carro nada sofreram. Apenas pequenas escoriações. O resgate chegou, socorreu o jovem e quando chegaram ao hospital em Sete Lagoas, informaram que o mesmo precisaria ser transferido com urgência para Belo Horizonte, mas como era carnaval, não haviam ambulâncias disponíveis. Mais uma vez, o poder da oração fez com que os planos de Deus fossem cumpridos. Conseguiram uma ambulância velha e o transferiram, com grandes chances de que ele não chegasse vivo a Belo Horizonte. Juliana foi com ele na ambulância e vendo que ele estava consciente, disse: “Não se preocupe Fabiano, você não vai morrer, Deus já te salvou”.

O quadro era gravíssimo. Ele teve mais de 30 fraturas na face, perdeu uma das vistas, fraturou os ossos da pélvis, perfurou o intestino, quebrou a perna e o tornozelo e mais várias escoriações. Rogéria só conseguiu ir ao hospital no dia seguinte, mas já havia sido avisada por Juliana da gravidade da situação. Mas quando Rogéria entrou na UTI para ver o filho pela primeira vez depois do acidente, o agir de Deus foi magnífico. “Quando eu entrei no quarto e vi meu filho naquele estado na cama, fui imediatamente invadida por um sentimento inexplicável. Deus me concedeu uma unção de alegria. Nunca senti nada igual. Eu chorava e ria ao mesmo tempo, mas não era de nervoso e sim de alegria. Naquele momento, tive a certeza de que meu filho seria curado. O Senhor o havia salvado e eu senti isso. Mesmo que todos os prognósticos dissessem que não, eu sabia que ele sobreviveria e ficaria bem”.

PARTINDO DO PRINCÍPIO – O OUTRO LADO

“Tudo começou em 2015 com a avó de Maria Tereza, vó Terezinha. Eu a conheci primeiro, pois era seu instrutor de auto-escola e depois de um tempo de amizade, saiu o assunto Maria Tereza (sua neta). Vó Terezinha dizia que ela era muito bonita e que gostaria muito que eu a namorasse. Mas no momento tanto eu quanto ela namorava. Por insistência da avó, Ana Tereza começou a fazer aula de direção. Com as aulas, os laços de amizade se estreitaram, mas não passou disso. Trocávamos mensagens, nos encontrávamos em locais que freqüentávamos, mas quando Maria Tereza tirou a carteira, acabamos nos afastando mais. Até que no carnaval de 2007, Deus mudou minha história. Pela primeira vez tinha falado com minha mãe que não viajaria e nem iria para lugar nenhum. Queria ficar o carnaval todo em casa assistindo filmes e realmente fiz isso na sexta, no sábado, no domingo e na segunda. Na segunda até levei alguns ingredientes para a casa da minha avó Amável (Dona Doca) para ela fazer os melhores e mais saborosos biscoitos do mundo, para que eu pudesse filme à noite comendo biscoito”. 

Mas às vezes, existem situações que precisam ser vivenciadas para que os planos de Deus possam se cumprir. Assim, durante todos os dias que Fabiano ficou em casa, seu telefone não parava de tocar. Assim, na terça-feira, o jovem cedeu aos convites e resolveu aproveitar o último dia de festa com os amigos. “Na terça feira (20/02/2007) último dia de carnaval meu telefone não parou de tocar. Resolvi aceitar o convite mas  não tínhamos um destino certo, pois existia várias opções, mas lembro muito bem que a única opção no qual eu não queria ir era para Cachoeira da Prata, onde acabamos indo”.

Fabiano conta que “antes de ir encontrar com os colegas minha mãe pediu para eu leva-la na igreja e eu levei. No caminho ela perguntou se eu realmente iria, já que havia ficado o carnaval quase todo em casa. Eu disse que iria rápido e que poderia ficar tranquila. Antes dela descer do carro, eu disse pra ela: Mãe vou em casa trocar o carro. Ela perguntou, por que? Eu disse, vou pegar o meu. Por que o meu carro está comprado e pago e se acontecer alguma coisa o carro é meu e está pago. Não é de pai. Ela disse, vai com Deus e não vai viajar e eu respondi, fica com Deus e pode deixar”. Depois disso, Fabiano só se lembra de ter abastecido o carro e se lembra de cenas já do acidente, onde ele perguntava à sua irmã Juliana onde estavam os meninos. “Minha irmã respondeu: Eles estão bem e pode ficar tranqüilo, Deus te salvou. Lembro dela falando comigo isso umas 30 (trinta) vezes, mas ele disse que foi só uma vez.” conta Fabiano.

Neste momento ele já estava sendo transferido para o hospital João XXIII em Belo Horizonte. O caso era gravíssimo e Fabiano tem lembranças vagas de algumas cenas. “Depois disso lembro-me de mim acordando com minha família do meu lado. Eles iam todos os dias me visitar. Foram um total de 13 (dias) sendo, 5 (cinco) dias em coma, mais 8 (seis) dias no hospital entre UTI e quarto. Em seguida fui transferido para o Hospital Maria Amélia Linz (HMAL), especializado em ortopedia onde ficaria mais 50 (cinquenta) dias internado para o tratamento e cirurgias totalizando 63 (dias) em hospital”. “Neste período em que fiquei no João XXIII eu não sabia, mas já começava minha nova história com Maria Tereza. Quando ele ficou sabendo do acidente pela sua avó ela ainda namorava, mas conta que sentia uma vontade tão grande de estar perto de mim que não sabia explicar. Entre choros e oração, ela disse que não tinha paz enquanto não conseguia me ver. E isso aconteceu na segunda-feira após o acidente. Foi quando ela conseguiu ir ao João XXIII, entrar com a ajuda de uma amiga e me ver entubado. Ela ficou conhecendo a minha real situação, que era gravíssima, mas ainda assim, sentiu um alivio após me ver, mesmo que naquela situação. Ana Tereza acabou conhecendo minha família e disse pra minha mãe que era neta de Dona Terezinha e que estudava enfermagem ao lado do hospital e o que se precisasse de alguma coisa, poderia contar com ela. Minha mãe então pediu notícias, mesmo indo todos os dias ainda queria saber mais. Foi assim que começou o contado de Ana Tereza com minha família, que aumentou quando fui transferido para o HMAL, já que as visitas lá eram somente terças, quintas, sábados e domingos para os familiares. Assim,  nas segundas, quartas e sextas-feiras,  estava lá Maria Tereza me visitando, pois ela como enfermeira conseguia entrar rapidinho para me ver com autorização já que não conseguia ficar longe e o que mais queria era estar perto de mim. Eu não sabia mas já naquela época, era Deus a colocando para cuidar de mim, estando sempre do meu lado. Digo pra ela que Deus pensou até nisso”relembra Fabiano.

Um dia, Fabiano disse à sua mãe que estava enxergando tudo embaçado. Rogéria ficou muito preocupada e no mesmo dia a noite entrou no quarto do filho em casa e orou pedindo a Deus para visitá-lo naquele hospital e tranqüilizá-lo, e Deus fez. Naquela noite, Fabiano teve um sonho onde jogava futebol e de repente enxergava uma luz forte e no próprio sonho disse: “estou enxergando perfeitamente”. “No dia da visita, eu todo alegre disse para minha mãe: mãe, pode ficar tranqüila por que tive um sonho e Jesus me mostrou que eu vou voltar a enxergar normalmente”. Foi o que aconteceu. Poucos dias depois a visão foi ficando cada vez melhor para honra e glória do Senhor Jesus. Era mais um dos muitos milagres que aconteceram na vida do jovem.

Foram necessárias muitas cirurgias, muitas lutas, muitas orações, mas o agir de Deus era nítido e magnífico na vida daquela família. Fabiano precisava passar por uma cirurgia no tornozelo, que havia sofrido grandes fraturas. “Um dia antes da cirurgia minha mãe me disse que eu não precisaria fazer a cirurgia, por que quando ela estava no monte orando uma pessoa que ela nunca havia visto chegou pra ele e disse: ‘Deus me mostrou a restauração de um osso do seu filho. Não sei qual’. No dia seguinte eu já estava na sala de cirurgia, pronto para ser operado no tornozelo esquerdo e o médico, após tirar o gesso do meu pé, ficou surpreso com a força que tinha no pé e pediu pra eu fazer vários testes de força com ele, solicitando um raio-X, onde foi constatado que o osso do tornozelo esquerdo havia sido restaurado/colado sozinho. Sozinho não, Jesus fez isso”.

“No dia 24 de abril 2007 tive alta do hospital e foi o dia que fui embora para casa. Continuei fazendo o tratamento e várias cirurgias ainda durante 2 anos. Quando eu voltei pra casa tive visita de várias pessoas que oraram pela minha recuperação (e foram muitos), familiares e amigos, além de Maria Tereza e sua avó Terezinha (rs...). No dia 11 de junho de 2007 o médico me liberou para andar de andador e disse que em 6 meses eu estaria começando a andar normalmente. Mas pra que tem Deus isso é muito tempo, assim, 37 dias depois em 18 de julho de 2007 no dia do meu aniversário eu já estava dirigindo e andando somente com uma muleta para honra e glória de Deus. Como Deus é maravilhoso”. Fabiano conta ainda que no dia 24/07/2007 pediu Maria Tereza em namoro. Casaram-se em 2012 e hoje a família está crescendo. Maria Tereza está grávida de sete meses do primeiro filho do casal, o João Pedro. E a lição que podemos tirar é de que, orar a todo tempo, por aqueles que amamos, pode e vai fazer toda a diferença na vida destas pessoas. Deixe Deus agir na sua vida. Ore por você mesmo e por aqueles que você ama. 

Leia mais:

  • Recentes
  • Populares

CASAMENTO VITALÍCIO, ...

Graça e paz queridos irmãos,É ...

NEGAÇÃO E RAIVA - FASES ...

Todas as pessoas que enfrentam ...

PERGUNTAS FREQUENTES ...

Meu marido pediu o divórcio, o ...

O PODER DA ORAÇÃO

Todo cristão sabe o poder que a ...

DEUS CRIOU O SEXO SEGURO ...

1 Coríntios 6: 18 - Fujam da ...

HIPERTENSÃO OU ...

Que maravilha nós mulheres! É ...

TESTEMUNHO DE VIDA EM ...

Um acidente, uma morte... Tragédia ...

MINUTO COM DEUS

O desejo de levar a palavra de ...

DEUS DO IMPOSSÍVEL

Ingrid Vilela, após 4 enfermidades ...

O PODER DA ORAÇÃO

Todo cristão sabe o poder que a ...

MILAGRE AO SOM DE ...

Ela não podia ter filhos, mas ...

A IGREJA PERSEGUIDA

O desafio de pregar na região ...

Faznet
Breaking News
07/12   ORAÇÃO: A MAIOR ARMA CONTRA O INIMIGO - " Suas orações podem atingir e proteger as pessoas que você ama. A oração é a ..."
10/12   ELE NÃO DESISTE DE VOCÊ - " Mesmo quando não se consegue mais ver a saída, Deus tem um plano... Aos 17 ..."
10/12   GRAVIDEZ E CURA - " Depois de um aborto, Nívea vivenciou mais do amor de Deus, a cura e uma nova ..."
10/12   O MILAGRE DA VIDA - " Momento em que as coisas difíceis se tornam impossíveis, Deus age em favor dos ..."
10/12   DEUS PODE CURAR - " Rara ou não, Deus pode curar qualquer doença para cumprir seus planos.   Sou ..."
10/12   UM MILAGRE - " Justamente quando nos sentimos mais fracos, Deus nos usa e nos torna fortes...  ..."
10/12   MILAGRE AO SOM DE PASSARINHOS - " Ela não podia ter filhos, mas lutou e confiou nas promessas de Deus e "Provocou ..."
18/01   DEUS DO IMPOSSÍVEL - " Ingrid Vilela, após 4 enfermidades graves, teve sua vida transformada. Hoje, ..."
  • Prev
Ingrid Vilela, após 4 enfermidades graves, teve sua vida transformada. Hoje, Master Coach e capelã ...
Ela não podia ter filhos, mas lutou e confiou nas promessas de Deus e "Provocou o seu milagre". É ...
Rara ou não, Deus pode curar qualquer doença para cumprir seus planos.   Sou Daniel Soares, ...
Depois de um aborto, Nívea vivenciou mais do amor de Deus, a cura e uma nova gestação.  Filha ...
Justamente quando nos sentimos mais fracos, Deus nos usa e nos torna fortes...  Meu nome é ...
Suas orações podem atingir e proteger as pessoas que você ama. A oração é a arma mais poderosa do ...
Momento em que as coisas difíceis se tornam impossíveis, Deus age em favor dos seus filhos, pois ...
Mesmo quando não se consegue mais ver a saída, Deus tem um plano... Aos 17 anos Fabiana ...