Topo

Cura e Libertação

Ingrid Vilela, após 4 enfermidades graves, teve sua vida transformada. Hoje, Master Coach e capelã Hospitalar, dedica-se a levar à palavra de Deus através de seu testemunho, àqueles que passam por dificuldades .
 


Natural de Belo Horizonte, nascida em 1983, Ingrid Vilela já havia participado das diversas práticas religiosas, as quais nenhuma delas, lhe concedeu o preenchimento do vazio pelo qual foi cessado, em junho de 2000, após uma decisão tomada num culto do Pr. Márcio Valadão (IBL), aceitou JESUS como seu único SENHOR e Salvador, e, desde então, provou do amor genuíno de um DEUS verdadeiro, que transforma vidas e faz milagres.

Ao longo do tempo teve várias experiências com DEUS, e, uma das mais fortes originou ao final de 2007, em Campo Grande - MS, quando fora diagnosticada com: NEFROCALCINOSE - Doença Crônica que gera calcificação dos rins e túbulos renais.

 

1 - COMO FOI RECEBER O DIAGNÓSITCO?

INGRID VILELA - Ao ouvir, que estava com Nefrocalcinose, perguntei se era pedra nos rins e a resposta da Nefrologista foi: "Melhor seria se você tivesse um milhão de pedras, do que ter o que você tem. O seu rim está virando uma pedra!" Ela foi muito sincera, explicou que era uma doença crônica e rara, que gera a perda do órgão, e que não havia tratamento.

Então, lembrei da possibilidade de sobrevivência com apenas um rim e questionei se era o direito ou o esquerdo, e a resposta dela foi: "Ambos os rins! E no seu caso, a única solução é o transplante". Nos exames não havia alteração na paratireoide e um comprometimento da produção urinária. Fui encaminhada para o Hospital do Rim em SP, para a possível fila de transplantes, porém, com familiares em MG, escolhi ser atendida por um Nefrologista, estudioso no assunto.

2 - COMO VOCÊ E SUA FAMÍLIA REAGIRAM QUANDO SOUBERAM QUE FORA DIAGNOSTICADA COM UMA DOENÇA RARA?

INGRID VILELA - Após, compreender a gravidade da situação, e entender, que para a medicina a solução seria um futuro transplante, coloquei em prática, algo que já vinha sendo ministrado em minha vida, desde a minha conversão (jun/2000), tive FÉ. Meu pai, desesperado, procurou opiniões de outros médicos, que confirmaram e o preocuparam ainda mais, mostrando alguns casos no mundo, de pessoas que tiveram Nefrocalcinose nos dois rins, o que acabou levando à calcificação em outros órgãos. À medida que a notícia se espalhou, recebia todos os tipos de "conselhos" para obter a cura. Misticismo, espiritismo, medicina oriental, curandeiros, entre outros, porém, fui irredutível, decidi exercitar a minha fé, fundamentada nos grandes milagres de Cristo Jesus, realizados na vida de todos aqueles que independente das circunstâncias, creram tão somente, nELE.

Para muitos parecia utopia. Recordo-me de quando meu tios, tentaram incentivar suas práticas religiosas, e expus minha conduta, explicando que servia ao Deus do Impossível, o Médico dos Médicos, e que eu já havia visto inúmeros milagres feitos por ELE, e, que, bastava o tempo, para todos que vissem a Glória de Deus em minha vida.

Minha mãe, ouvindo isso, exclamou: "Acorda. Sua doença não tem cura. DEUS cura somente o que a medicina pode fazer, e, os médicos já disseram que não tem cura!". Ouvir isso foi difícil, e, em pensamento ao SENHOR: "Pai, ela não está duvidando da minha fé, ela está duvidando do Teu Poder, portanto, se for para Honrar e Glorificar o Teu nome, eis me aqui!"

3 – QUAL FOI O DESFECHO DESSA PRIMEIRA ENFERMIDADE?

INGRID VILELA - Após, 30 dias de exames, e com as piores expectativas médicas, fui para BH, e conheci a Igreja Pentecostal Arca da Aliança. Lá o SENHOR usou a Pra. Silvana, para confirmar em palavras tudo aquilo que pedia em oração: "O SENHOR, manda te dizer: Faça teus exames que ele te dará a cura, e provará que foi através do Poder dELE!" Convicta, continuei prosseguindo em fé e por várias vezes pessoas criticando a minha atitude. Então em dezembro de 2007, meu estado clínico piorou e fui internada no Hospital Felício Roxo, onde fui desenganada pelos médicos. Eu podia ver nos olhos e nas atitudes de alguns que eles acreditavam que era o meu fim, mas eu não deixei de acreditar que viveria esse milagre. Já muito mal, durante uma tomografia, notei algo diferente na reação dos médicos. Três profissionais comparavam a tela com os exames e me fizeram várias perguntas sobre medicações alternativas ou qualquer outra coisa diferente, mas eu disse que não havia feito nada. Confesso que pensei que os outros órgãos já haviam sido afetados, mas não me preocupei, pois estava certa de que maior era Cristo em meu ser. No dia seguinte, chegou a minhas mãos, o resultado da tomografia: "Rins com dimensões, forma, contornos e topografia NORMAIS, parênquima homogêneo e com BOA espessura." Essa vitória, foi bradada com muita intensidade. Durante três meses, testemunhei em Igrejas, células, vigília e a enfermos.

4 - COMO SUCEDEU A SEGUNDA ENFERMIDADE: SÍNDROME DE BEHÇET?

INGRID VILELA - Em Campo Grande - MS, após, três meses testemunhando essa cura, comecei a sentir fortes dores abdominais, que me levaram à outra internação. Foram realizados três ultrassons, por pessoas e datas diferente e que diagnosticaram a Nefrocalcinose, novamente. No leito de enfermaria, local onde fiz questão de ficar para evangelizar aos que ali estavam, clamei ao SENHOR, dizendo: "Senhor Jesus, eu creio que o Senhor é capaz de fazer infinitamente mais do que fez. Clamo, não por mim, mas pelos seus, por aqueles que não criam e passaram a crer e por aqueles que edificaram a fé com o meu testemunho, que seja uma doença, mas não a que testemunhei, para que não haja dúvidas do seu poder"... E no mesmo instante, veio uma luz sobrenatural que ministrou sobre todo o meu corpo. Foi impactante. Entendi que naquele momento, o Espitiro Santo de DEUS, estava mudando o diagnóstico. Contei ao médico que duvidou. No dia seguinte, após o exame, ele leu o resultado e disse: "Ingrid, no seu rim não tem nada!" Então, respondi: "Tá vendo doutor, esse é o Deus que eu sirvo. Bem sei que não estou, mas essa doença, ele me deu a cura e eu tomei posse!" Esse médico, sendo ateu, passou a agir contra mim, falou para meus pais que minha doença era a Fé. Além de prescrever medicamento que sou alérgica, proibiu visitas, inclusive, de pastores, tiraram a minha bíblia, celular e o DVD portátil, enfim, tudo que era usado para evangelização. Aos poucos, fui perdendo as forças, batimento cardíaco baixo, insuficiência respiratória, passei a usar fraldas, oxigênio, banho no leito e as dores sempre intensas, mas em momento algum senti desamparada por DEUS. Já em estado crítico e de extrema gravidade, meus pais me transferiram de hospital, e lá, passei por cirurgia, internações em CTI e UCO (Unidade Coronária). Após, idas e vindas ao hospital. Debilitada, tomando Morfina e Dolantina e feridas pelo corpo, após uma junta médica sob direção da Dr. Maria Denise Berri, o reumatologista Dr. Izaías P. Costa,diagosticou ser portadora da Síndrome de Behçet, outra enfermidade grave, crônica e rara em nosso continente. Doença imunológica, que gera várias outras doenças, sentia dores intensas, feridas pelo corpo, fotofobia, formigamento na cabeça, comprometimento na coordenação motora e na voz, escovavam meu dente e saía sangue. Fiquei em estado de total dependência (invalidez), e os meus cabelos em queda contínua. Força física não tinha nem para tirar um cobertor do corpo, mas JESUS CRISTO, me fortalecia pisicologicamente e me concedia o equilibrio emocional e muita paz.

Os dias passavam e a expectativa de melhora de quem via o diagnóstico, findava. Pessoas, de pouca fé, questionavam e muitas desistiram de interceder. Mas, em 40 dias, ao contrário de tudo, tive uma recuperação surpreendente. E livramento da cegueira. Em oração e confirmação do Senhor, com o tempo a medicação foi sendo diminuída e algumas suspensas. Aos poucos a melhora era observada e o nome de JESUS exaltado! E em 2010, fui liberta totalmente de todo medicamento relacionado à Sindrome de Behçet.

5 – APÓS FORTE EXPERIÊNCIA COM DUAS DOENÇAS CRÔNICAS, O QUE LHE ACARRETOU TER TIDO MAIS DUAS ENFERMIDADES GRAVES?

INGRID VILELA - Embora, tenha tido experiência de passar pelo vale da sombra da morte e consciente da realidade da situação, em momento algum questionei ou deixei de crer. Na medida que buscava intimidade com DEUS, no louvor e na Bíblia, minha fé era fortalecida, e, com paciência, aguardava o tempo de Deus, restaurar a minha saúde.

Após, 8 meses sem ingerir nenhum medicamento, em agosto de 2011, inciou-se uma tosse noturna, e com a dor indescritível, tive o diagnóstico de Tuberculose e Derrame Pleural no pulmão esquerdo. Doença de risco, tratamento de 6 meses, com medicamento de dificil adptação, mas surpreendentemente, meu organismo, não sofreu os efeitos colaterais. O que não, me eximiu, de ter a forte experiência da rejeição e da humilhação. Infelizmente, por ser uma doença infectocontagiosa, isso foi inevitável, sentia isso, até mesmo com meus familiares. 

A medida que sentia rejeitada pelas pessoas ao redor, instantaneamente, recebia como um bálsamo, o acalento, o cuidado e o consolo de Deus, pude perceber, que embora o SENHOR, permitisse estar passando por essa experiência para somar ao meu Ministério, ELE zelava pelo meu interior. Esse é o privilégio de todos àqueles que estabelecem intimidade com DEUS, adequando seus passos em JESUS CRISTO. Prova pela qual, no início de 2012, antes de terminar o tratamento da TBC, tive uma forte dor na cabeça, acarretada por uma Trombose Cerebral de Seio Transverso Esquerdo.

Ainda que seja uma condição rara, constituindo menos de 1% dos Acidentes Vasculares Cerebrais (AVC), posso bradar pela magnifica arquitetura de DEUS, em meu cérebro, fato pelo qual, essa enfermidade não me gerou sequelas.

6 – QUAL A SUA CONCLUSÃO APÓS TER PASSADO POR 4 ENFERMIDADES GRAVES?

INGRID VILELA - Sempre que faço uma retrospectiva, agradeço a Deus, por ter passado por todas essas tribulações, tendo a plena convicção do Cuidado e da Soberania dEle, pois, o sofrimento de quem não tem fé, é muito mais intenso. 

Caso não tivesse decidido adequar os meus passos aos de Cristo Jesus no ano de 2000 e posteriormente, em Goiânia, se não tivesse ido a vários cultos na Igreja Videira em Células e Sara Nossa Terra, e, principalmente, alicerçado a fé, sedimentando todo ensinamento cristão advindo da Igreja Assembléia de Deus Catedral da Família, jamais teria tido a força que tive desde a primeira doença grave, nem tampouco teria a qualidade de vida física e emocional a qual tenho hoje!

Sou muito grata aos Pastores e Missionários da Primeira Igreja Batista de Campo Grande - MS, os quais intercederam por mim, durante a enfermidade, como também, aos louvores do Diante do Trono, Mariana Valadão, Ludmila Ferber e André Valadão, os quais, foram fundamentais na edificação da minha fé. Agradeço a Deus pela minha família, que, mesmo a tantos obstáculos estiveram sempre presente demonstrando das diversas formas, o seu amor.

Tive muitos motivos para desistir. Várias foram as vezes que a medicina disse não, mas em todas estas, depositei a confiança no DEUS do Impossível, esperei com paciência no Senhor e Ele se inclinou a mim. Fácil, não foi, mas foi suportável, já que havia estabelecido uma intimidade com DEUS, e o verdadeiro cuidado do Senhor Jesus era intensamente real.

Hoje, posso dizer que cada parte do meu ser, é um Milagre de DEUS. Sei o que é ter a sensação de ser velada viva. Sei o que é ver a fé das pessoas se esfriarem diante do meu quadro clinico. Sei, o que é ouvir o não, da medicina. Em, contrapartida, hoje, posso afirmar que tendo uma fé inabalável, ainda que as circunstâncias digam o contrário, permanecendo com os olhos fixos em Jesus Cristo, terás o privilégio de viver os milagres de Deus em sua vida!

É exatamente isso, que prego aos que tenho oportunidade de testemunhar, pois, esse é o meu compromisso para com DEUS, que após tantas curas, confiou e concedeu a mim, o meu precioso Ministério, o de Capelania Hospitalar.

Em 2000 nasci em CRISTO e a partir de 2007, nasci para CRISTO!

Tenho privilégio de ser uma prova viva, dos que que clamam com fé em JESUS CRISTO e esperam com paciência no Senhor, ainda que são consideradas impossíveis aos homens, tornam-se possíveis a Deus. Lucas 18:2 .

Atualmente, Ingrid Vilela é Master Coach. Após, experiência de quase morte, celebrar a vida, tornou-se sua profissão.

Leia mais:

  • Recentes
  • Populares

CASAMENTO VITALÍCIO, ...

Graça e paz queridos irmãos,É ...

NEGAÇÃO E RAIVA - FASES ...

Todas as pessoas que enfrentam ...

PERGUNTAS FREQUENTES ...

Meu marido pediu o divórcio, o ...

O PODER DA ORAÇÃO

Todo cristão sabe o poder que a ...

DEUS CRIOU O SEXO SEGURO ...

1 Coríntios 6: 18 - Fujam da ...

HIPERTENSÃO OU ...

Que maravilha nós mulheres! É ...

TESTEMUNHO DE VIDA EM ...

Um acidente, uma morte... Tragédia ...

MINUTO COM DEUS

O desejo de levar a palavra de ...

DEUS DO IMPOSSÍVEL

Ingrid Vilela, após 4 enfermidades ...

O PODER DA ORAÇÃO

Todo cristão sabe o poder que a ...

MILAGRE AO SOM DE ...

Ela não podia ter filhos, mas ...

A IGREJA PERSEGUIDA

O desafio de pregar na região ...

Faznet
Breaking News
07/12   ORAÇÃO: A MAIOR ARMA CONTRA O INIMIGO - " Suas orações podem atingir e proteger as pessoas que você ama. A oração é a ..."
10/12   ELE NÃO DESISTE DE VOCÊ - " Mesmo quando não se consegue mais ver a saída, Deus tem um plano... Aos 17 ..."
10/12   GRAVIDEZ E CURA - " Depois de um aborto, Nívea vivenciou mais do amor de Deus, a cura e uma nova ..."
10/12   O MILAGRE DA VIDA - " Momento em que as coisas difíceis se tornam impossíveis, Deus age em favor dos ..."
10/12   DEUS PODE CURAR - " Rara ou não, Deus pode curar qualquer doença para cumprir seus planos.   Sou ..."
10/12   UM MILAGRE - " Justamente quando nos sentimos mais fracos, Deus nos usa e nos torna fortes...  ..."
10/12   MILAGRE AO SOM DE PASSARINHOS - " Ela não podia ter filhos, mas lutou e confiou nas promessas de Deus e "Provocou ..."
18/01   DEUS DO IMPOSSÍVEL - " Ingrid Vilela, após 4 enfermidades graves, teve sua vida transformada. Hoje, ..."
  • Prev
Ingrid Vilela, após 4 enfermidades graves, teve sua vida transformada. Hoje, Master Coach e capelã ...
Ela não podia ter filhos, mas lutou e confiou nas promessas de Deus e "Provocou o seu milagre". É ...
Rara ou não, Deus pode curar qualquer doença para cumprir seus planos.   Sou Daniel Soares, ...
Justamente quando nos sentimos mais fracos, Deus nos usa e nos torna fortes...  Meu nome é ...
Depois de um aborto, Nívea vivenciou mais do amor de Deus, a cura e uma nova gestação.  Filha ...
Suas orações podem atingir e proteger as pessoas que você ama. A oração é a arma mais poderosa do ...
Momento em que as coisas difíceis se tornam impossíveis, Deus age em favor dos seus filhos, pois ...
Mesmo quando não se consegue mais ver a saída, Deus tem um plano... Aos 17 anos Fabiana ...